UBUNTU

The next version of Ubuntu is coming soon

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Câmara UV para revelação de placas cromatográfica de baixo custo - Post Convidado

Este post é de autoria de um grande amigo, professor André Garcia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - São Paulo - Campus Capivari, e trata de um projeto de construção de uma câmara reveladora UV para TLC. 

por Prof. André Garcia

Câmara UV para revelação de placas cromatográfica de baixo custo

A cromatografia em camada delgada (CCD) (Thin layer chromatography- TLC) é uma técnica e amplamente utilizada em laboratórios de química, especialmente em laboratórios de síntese orgânica. A TLC é extremamente versátil, pois além da variedade de agentes reveladores existentes, a fase estacionária das placas comerciais é impregnada com uma substância fluorescente, o que possibilita o uso de radiação ultravioleta para revelação. Mas a ideia desse texto não é chover no molhado e ficar falando da importância da TLC ou da praticidade de uma câmara UV para revelação de plaquinhas cromatográficas, quem tem qualquer vivência em laboratório de química sabe disso, mas sim compartilhar um projeto para elaboração de uma câmara UV caseira.
Um grande empecilho existente para os cientistas brasileiros é o elevado custo de materiais e equipamentos importados para laboratório, por mais simples que sejam, como é o caso de uma câmara UV para revelação de plaquinhas cromatográficas. Uma câmara de revelação da Spectroline, disponível no site da Sigma Aldrich 
Por mais prática que uma câmara UV seja, três mil reais é um valor proibitivo para muitos laboratório, como é o caso da instituição onde leciono para alunos de química de nível técnico. Sendo assim, a alternativa foi confeccionar nossa própria câmara de revelação. Ao todo gastei cerca de R$100,00 no projeto.
Relação de itens usados:
Lâmpada UV de 8 W (λmáx 253 nm) com reator e soquetes: comprei no mercado livre como lâmpada germicida para aquário por uns R$50,00, com frete incluso.
Madeira: comprei em uma madeireira placas de compensado de 1,5 cm de espessura; ao todo foi mais ou menos meio metro quadrado. Mais ou menos R$25,00.
Parafusos, dobradiças, fechaduras, interruptor, tomada, cabo elétrico e tinta preta: mais ou menos R$25,00.
As imagens a seguir mostram um tosco esboço do esquema com as dimensões das diferentes partes da câmara e fotos das etapas de montagem, na qual uma parafusadeira elétrica (uma maravilha da modernidade!).

Esquema
Partes

Montagem
Para proteção do usuário, além da cortininha foi instalada no visor da câmara uma janela de policarbonato. Para conseguir o policarbonato fui a uma empresa que instala toldos em estabelecimentos comerciais que gentilmente me doou um retalho de policarbonato.

janela de policarbonato e cortina

Para me certificar de que o a janela cumpriria seu papel, tirei um espectro de transmitância da placa de policarbonato:

Espectro de transmitância da placa de policarbonato
Câmara em ação
A câmara de revelação caseira já foi usada em diversas aulas práticas e em Trabalhos de Conclusão de Curso de vários alunos tendo cumprido muito bem seu objetivo. Esse projeto mostrou que com um pouco paciência é possível economizar um bom dinheiro. 
Fica a dica para quem estiver com a verba curta, alunos de iniciação com tempo sobrando e/ou procurando uma distração que envolva trabalhos manuais.
Se alguém quiser trocar uma ideia, por favor me mande um e-mail: rb.andrezao@gmail.com. Ainda estou buscando uma “receita” para preparar minhas próprias plaquinhas de TLC, se alguém tiver alguma dica, por favor entre em contato! Um abraço!!

A seguir um vídeo demonstrativo:



Meus comentários: 

Nem preciso mencionar que achei a iniciativa sensacional, e de que é possível incrementar aulas práticas utilizando pouco dinheiro e muita criatividade.

Quem quiser um material didático bastante completo sobre TLC pode acessar este LINK da Universidade Federal de Santa Maria. Material preparado pelo professor Renato Zanella 

Posts relacionado: Aposente os capilares de TLC! e TLC 2D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário